- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.520 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Divina do amor

Mário Raínho / Frederico de Brito *fado britinho*
Repertório de Fernando Maurício


Ó divina do amor
Amante, mulher, irmã
Senhora amiga do lar
O teu rosto é uma flor
Orvalhada p'la manhã
Que a minha voz quis cantar

Ó divina do amor
Minha razão de viver / A ternura em cada instante
Quem te deu esse esplendor
Que me dá gosto de ser / O teu amor teu amante

Minha menina crescida
Que Deus quis pôr a meu lado / Como irmã da minha dor
Por ti é que existe a vida
Por ti eu canto este fado / Ó divina do amor