- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

É sempre a mesma coisa meu amor

Torre da Guia / Eduardo Jorge
Repertório de Tony Lopes

Tu vinhas bonita / Toda movimento
Da lei infinita / Do fundo do tempo
Teu corpo era vida / Que o tempo venceu
Na sede perdida / Na sede do meu

É sempre a mesma coisa, meu amor
So sempre os mesmos gestos repetidos
Até os nossos beijos sem calor
Nos dizem que já estamos vencidos

Tu vinhas despida / E punhas-me louco
Embalando a vida / No berço teu corpo
Teu corpo era fome / Que o tempo venceu
Matava no tempo / A fome do meu