- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Estas minhas saudades

Manuel Carvalho / Carlos da Maia
Repertório de Alberto Alves


Eu trago as unhas cravadas
Nestas minhas mãos geladas
Pela dor que sinto ainda
E meu peito amargurado
Por madrugadas cansado
Desta vida que não finda

A saudade permanente / Que me mói constantemente

Desde o dia em que partiste
Só o fado é lenimento / Que acalma meu tormento
Por esta estrada tão triste

Caminho ao longo do tempo / Impelido pelo vento
Que te leva o meu recado
Volta amor por caridade / Basta de tanta saudade
E traz o Sol com teu fado