- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Cantei... e passou

Rogério Bracinha / Ferrer Trindade
Repertório de Betariz da Conceição

Não vale a pena fingir
Nasci para cantar, que me importa a tristeza
Não fou ficar a carpir se vais passear, me deixas assim
Se a ti já não estiver presa, tu não te queixes depois
Na vida tudo tem fim
Se o mal foi para mim, foi a culpa dos dois

P’ra quê viver a chorar
Esperando a volta de alguém
E ver que a vida divertida nos convida
Viver, para mim é cantar
Se só cantar me faz bem
Nem tu me fazes calar, nem mais ninguém

Diz um rifão popular
Se alguém vai partir só nos fica a saudade
Partiste, evito acenar e sem te mentir, de saudades chorei
Porém, falando verdade o tempo tudo curou
Depois disso já cantei
Porquê nem eu sei, mas cantei e passou