<> Canal de rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça Fados

<> <> <>
As 5.850 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Prece

Pedro Homem de Melo / Joaquim Campos *fado tango*
Repertório de João Braga

Talvez que eu morra na praia
Cercado em pérfido banho
Por toda a espuma da praia
Como um pastor que desmaia
No meio do seu rebanho

Talvez que eu morra na rua / Ínvia por mim de repente
Em noite fria sem lua
Irmão das pedras da rua / Pisadas por toda a gente

Talvez que eu morra entre grades / No meio duma prisão
E que o mundo, além das grades
Venha esquecer as saudades / Que roem meu coração

Talvez que eu morra dum tiro / Castigo de algum desejo
E que à mercê desse tiro
O meu ultimo suspiro / Seja o meu primeiro beijo

Talvez que eu morra no leito / Onde a morte, é natural
As mãos em cruz, sobre o peito
Da mão de Deus tudo aceito / Mas que eu morra em Portugal