<> Canal de Rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça a Rádio Bocas do Fado

<> <> <>
Este espaço foi criado <> Com grande dedicação <> Por alguém que faz do fado <> A sua religião.

<> <> <>
As 5.850 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Fado escorpião

Duarte / Filipe Pinto *fado meia noite*
Repertório de Duarte

Escorpião relacional
Sou de matar e morrer
Meu movimento letal
É só porque tem de ser

Já tentei fazer diferente / Já tentei não me afogar
Mas a força da corrente / Nunca me deixou mudar

Atracção pelos excessos / Ou simples curiosidade
Não são todos os começos / Princípio de eternidade?

O que eu faço não se faz / Já tanta gente mo disse
Mas eu nunca fui capaz / Nem vou ser porque alguém disse

Escorpião relacional / Sou de matar e morrer
Por condição afinal / Sou assim, tenho que ser