- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.515 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Água louca da ribeira

Armando Varejão / José António da Silva *fado bacalhau*
Repertório de Ricardo Ribeiro


Água louca da ribeira
Que corres em cavalgada
Porque não vais devagar?
Essa corrida é cegueira
Não vês nem olhas p’ra nada
Na pressa de ver o mar


Já corri dessa maneira
Nas asas duma ilusão / Na loucura de chegar
Fui deixando p’la ladeira
Pedaços do coração / Beijos loucos sem amar


Vida que foste vivida
A correr tão velozmente / Paraste à beira do mar
Agora vives perdida
São saudades o que sentes / Por não poderes regressar