-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores dos temas aqui apresentados.
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* 7.255 LETRAS <> 3.120.500 VISITAS * MARÇO 2024 *

. . .

Minha guitarra

Letra de João de Freitas
Repertório de Ercília Costa
Letra publicada no jornal Canção do Sul em Outubro de 1940

Desconheço se esta letra foi gravada.
Transcrevo-a na esperança de obter informação credível.

Letra transcrita do livro editado pela Academia da Guitarra e do Fado


As cantadeiras de outrora
Deixaram-me, por legado
Uma guitarra que chora
Comigo, se eu canto o fado

Seus acordes doloridos 
Entram na alma da gente
E até parecem gemidos 
Dum peito que sofre e sente

Acompanhou a Severa 
Júlia Mendes e Vitória
Cantadeiras doutra era 
Que deram ao fado a glória

Ela possui o condão 
Trinando com sentimento
De falar-me ao coração 
Em doce acompanhamento

Por isso eu lhe quero tanto 
Por ser velhinha e tão bela
E se chora quando canta 
Eu também choro com ela