- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.650 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Ponto final

David Mourão Ferreira / Joaquim Campos *fado tango*
Repertório de Carlos Zel

Que negra teia d’enganos
Essa mulher me tecia;
E foram uns poucos de anos
D’enganos e desenganos
Vividos dia após dia

Onde o seu vulto passava / Secavam as coisas puras
Nem uma folha ficava
Nem rasto de rosa brava / Por cima das sepulturas

Mas esse inferno acabou / E ressurge a primavera
Agora tudo mudou
Eu sou de novo quem sou / Ela é na mesma quem era