- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.520 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Sei finalmente

Linhares Barbosa / Amando Freire *armandinho*
Repertório de Amália


Sei finalmente
Que afirmam, fazem apostas
Que não sou, infelizmente
Aquela de quem tu gostas
Oh, meu amor
Fala-me toda a verdade
Seja qual for
Peço-te eu, por caridade

Tem compaixão desta dor, tem dó de mim
Eu vi um sim onde os outros viram não
E a minha luz, só tu foste e mais ninguém
A minha cruz pode ser o teu desdém


Não se me dá
Que se riam por meu fado
Que me digam não ser já
A mulher do teu ideal
Oh, meu amor
Que à minha alma te encostas
Diz o que for
Peço-te eu de mãos postas