- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Divino sol

Júlio Vieitas
Repertório de Fernando Maurício

Quem nasceu neste cantinho / Coberto de azul dos céus
Tem amor, pão e carinho / E tem a benção de Deus

O povo é franco mas pobre / E tem a grande riqueza
Do céu bendito que cobre / Esta terra portuguesa

Este sol de Portugal
Não tem rival no mundo inteiro
Divino manto de luz
Que até seduz qualquer estrangeiro;
Na terra não há pintor
Que lhe dê côr tão milagrosa
P'ra ser mais linda e real
É Portugal em côr de rosa

Do Algarve até ao Minho / Há bailados e cantigas
Seja um vira ou um corridinho / Na graça das raparigas

Seja em Lisboa ou Coimbra / No Porto ou em qualquer lado
Há sempre uma voz que timbra / A nostalgia dum fado