<> Canal de Rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça a Rádio Bocas do Fado

<> <> <>
As 5.800 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Gota d’água

Letra e música de Flávio Gil
Repertório de Carolina 

Ó gota d’água, gota de mágoa
Que escorre lenta pelo meu peito
Ó gota d’água, gota de mágoa
Quando te ausentas do nosso leito

Ó minha dor de água corrente
Ó meu amor que estás doente
Meu rio triste que sempre corre
Que sempre nasce, que sempre morre

Ó gota d’água, gota de mágoa
Que nunca pára em nuvem certa
Ó gota d’água, gota de mágoa
Que nunca sara, ferida aberta

Ó minha dor de água corrente
Ó meu amor que estás doente
Meu rio triste que sempre corre
Que sempre nasce, que sempre morre
Porque é que nasce
Porque é que morre