- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Canto d’além

António Passão / Custódio Castelo
Repertório de António Passão

Navego em mares turbulentos
Movido por hostis ventos
Que rasgam meu peito á proa;
Velas salgadas p’las ondas
Que cantam em contra-tempos
A esperança de maré boa

Meu espólio fiz á partida
Amargura e dôr sentida / Sem ajuda de bom vento
Sonho horizontes brilhando
Cantar por portos mostrando / Meu canto de amor sedento

Cantando irei derrubar
As negras nuvens que ao longe
Separam o sol de mim;
Minha coragem não teme
A esperança que tem ao leme
Levo na rota bom fim