- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Mini fado

Ferrer Trindade / César de Oliveira
Repertório de Beatriz da Conceição

Tudo e por um lado
Agora a moda nova é mini fado

O fado causa neurose em fado de tradição
Mini fado é meia dose, facilita a digestão;
Já acabou?... ainda não!...

Com dois copos á mistura e uns pózinhos de malícia
O fado miniatura, p’rás zangas é uma delícia
Já acabou?... na polícia!...

De calças arregaçadas, o fado ninguém agarra
As violas estão reformadas, partiu a corda a guitarra
Já acabou?... foi p’ra farra!...

O mini fado é um prato com um gostinho esquisito
Sabe bem e sai barato com milho e carapau frito
O que é isso?... é de gato!...

O amor e o mini fado, a vida tem-o ligado
Quando o amor está zangado, o fado não vale nada
Já acabou?... á estalada!...

Há mini fado na rua, olha o poeta galante
Faz fados á mini lua e acaba o fado num instante
Mini lua?... mini lua!?...
Ai... mini lua é quarto minguante