- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Até o rei ia ao fado

Tó Moliças / Carlos Macedo
Repertório de Carlos Macedo

Para o mundo ser perfeito
Deus, com seu divino jeito / Pôs fado no meu país
Com esta prenda divina

Ninguém no mundo imagina / Quanto Deus me fez feliz

Até o rei ia ao fado

Embuçado tanta vez
Não ia só por ser rei

Mas sim por ser português

Eu que sou da mesma raça
Não venho cá por desgraça / Nem p'ra beber carrascão
Venho neste fado amigo
Falar-vos dum povo antigo / Rei do fado por condão

Para a Deus agradecer
Tudo quanto sei dizer / É obrigado, mil vezes
E ao fado não façam guerra
Porque Deus quere-o na terra / Enquanto houver portugueses