- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Nem ventos nem madrugadas

Hélder Moutinho / Hélder Moutinho e Manuel Oliveira  
Repertório de Hélder Moutinho 

Não é o vento do norte
Não é um fado magoado
Que o fado fala da sorte
E toda a sorte é um fado

Não é o mar que nos trouxe / Tantas palavars sentidas
Como se o mar já não fosse / O espelho das nossas vidas

Podia até ser o céu / Em madrugadas serenas
Que o sonho não é só meu / Nem são só minhas as penas

Nem o vento nem o mar / Nem o céu nem a canção
É a luz do teu olhar / Que me acorda o coração

Nem as sombras da cidade / Onde aguardo a madrugada
É apenas a saudade / Da nossa casa fechada