- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.650 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Onde nasce a solidão

Tiago Torres da Silva / Raul Ferrão *fado carriche* 
Repertório de Carolina

No peito de um marinheiro
Onde nasce a solidão
As ondas batem primeiro
Só depois o coração

É dali que nasce o mar / É dali que a noite vem
E é dali, se ele chorar / Que o fado nasce também

O amor que há no seu peito / É uma peça em resposta
Porque a onda de que é feito / Nunca mais vai dar à costa

Ao poisar os pés na areia / Ele vai dizendo-me assim
Quem não ama a maré cheia / Não pode gostar de mim