As 5.180 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores !!!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
<> POR FAVOR, alerte-me para qualquer erro que encontre <>
<> Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Por motivos alheios à minha vontade, o motor de busca nem sempre responde satisfatóriamente *

* A seleção alfabética é da responsabilidade da blogspot !!!
* Caso necessite de ajuda envie a sua mensagem para: fadopoesia@gmail.com *
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Minha nau de amargura

Gonçalo Salgueiro / Alfredo Marceneiro
Repertório de Gonçalo Salgueiro

És fado que não cantei
És o amor que não fiz
És o verso inacabado
Deste meu poema triste
Tudo por ti deixei
Mas o destino não quis
Que fosse meu o teu fado
E meu coração não viste

És fado que não cantei / Minha nau de amargura
Partida deste meu corpo / Na fé que eu perdi
Tanto por ti esperei / Qu’alcancei a desventura
De ver em outro porto / A flor que não colhi

És fado que não cantei / Minha canção d’ansiedade
Que de mim anda perdida / Deste que te olhei
Nada mais desejei / Que matar esta saudade
Tu és meu fado na vida / Um fado que não cantei