- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.650 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Não é desgraça ser pobre

Norberto Araújo / João Blak *fado menor do porto*
Repertório de Amália

Não é desgraça ser pobre 
Não é desgraça ser louca
Desgraça, é trazer o fado
No coração e na boca 


A moedinha de prata / Vale menos que a de cobre
Se a pobreza não nos mata / Não é desgraça ser pobre 


Nesta vida desvairada / Ser feliz, é coisa pouca
Se as loucas não valem nada / Não é desgraça ser louca

Ao nascer, trouxe uma estrela / Nela, o destino traçado
Não é desgraça trazê-la / Desgraça, é trazer o fado 


Desgraça é andar a gente / De tanto cantar, já rouca
E o fado teimosamente / No coração e na boca