<> Canal de Rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça a Rádio Bocas do Fado

<> <> <>
Este espaço foi criado <> Com grande dedicação <> Por alguém que faz do fado <> A sua religião.

<> <> <>
As 5.845 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Todas as horas são breves

Hélder Moutinho / Francisco Viana *fado vianinha*
Repertório de Joana Amendoeira

Todas as horas são breves
Todos os dias são horas
Todo o amor que me deves
Aumenta quando demoras

Vejo as sombras do desejo / Que tenho por te encontrar
Em cada noite há um beijo / Que nunca te posso dar

Na brisa da tarde calma / Onde nasce a primavera
Nasce a dor na minha alma / P’ra viver á tua espera

Sou do monte, sou da serra / E os teus olhos são do mar
É tão longe a minha terra / Que não te posso alcançar

Quando chegares a sorrir / Não me tragas compaixão
Depois, terás de partir / Partir o meu coração