- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.650 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Perdidamente

Florbela Espanca / João Gil
Gravado pelo grupo Al Mouraria

Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
Do que os homens, morder como quem beija
É ser mendigo e dar como quem seja
Rei do reino de áquem e de além dor!

É ter de mil desejos o esplendor

E não saber sequer que se deseja
É ter cá dentro um astro que flameja
É ter garras e asas de condor

É ter fome, é ter sede de Infinito

Por elmo, as manhãs de oiro e de cetim
É condensar o mundo num só grito

E é amar-te, assim, perdidamente

É seres alma, e sangue, e vida em mim
E dizê-lo cantando a toda a gente