- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Lisboa sei-te de cor

Linda Leonardo / Marino de Freitas
Repertório de Linda Leonardo

Sou pregão duma varina / Que atravessa esta cidade
E trago sempre comigo / Memórias dum fado antigo
Que rasga a noite num grito
Que palavras que não digo

E trago comigo o fado
Tão sentido e tão cantado
Nas cordas duma guitarra
Sentei-me á beira da tarde
A ver chegar a saudade
Nesse barco sem amarras

Vestida de lua cheia / Desde Alfama ao Bairro Alto
Enamorada do Tejo / Venho á noite dar-te um beijo
Como se fosse deixar-te
De cada vez que te vejo

Vim para o fado e fiquei
E nos versos que cantei
Lisboa, sei-te de cor
Mais do que amor, é amar
Segredos do teu cantar
Ai Lisboa meu amor