- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Rádio apadrinhada pelo mestre RODRIGO

Rádio apadrinhada pelo mestre RODRIGO
CANAL DE JOSÉ FERNANDES CASTRO EM PARCERIA COM A RÁDIO MIRA

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

* As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores *

<> 6.365 LETRAS <> 2.347.000 VISITAS <> NOVEMBRO 2021 <>

* ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO *

* POIS MESMO DESAGRADANDO /*/ A *TROIANOS* MALDIZENTES /*/ OS "GREGOS VÃO APOIANDO /*/ E VÃO FICANDO CONTENTES *

* NÃO ENCONTRA O FADO PREFERIDO? /*/ ENVIE, POR FAVOR, O SEU PEDIDO * fadopoesia@gmail.com

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

* NASCEU ASSIM... CRESCEU ASSIM... CHAMA-SE FADO // Vasco Graça Moura // Porto 03.01.1942 // Lisboa 27.04.2014 *

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Como posso ter ciúmes

Eduardo Damas / Manuel Paião
Repertório de Maria Valejo
-
Outro caso de abundante produção de grandes êxitos,
de que o presente registo é forçosamente reduzido.
Informação de Francisco Mendes e Daniel Gouveia
Livro *Poetas Populares do Fado-Canção*

-
Se julgas que o meu ciúme 
Vive comigo a meu lado
Devo dizer-te que há muito 
Anda de mim afastado

Ciúme, já não tenho / Meu amor, não vale a pena
A ter ciúme de ti / A ter ciúme de ti
A vida não me condena

Como posso ter ciúmes
Sentir traição, sentir dor
Como posso ter ciúmes
Se já não te tenho amor;
Ciúme nem penses nisso
Atrás de ti já não vou
Como posso ter ciúmes
Se o nosso amor acabou


Gostavas, eu sei-o bem / Que sofresse o teu ciúme
E que este meu coração / Fosse fogueira sem lume

Mas podes ter a certeza / Sofri, mas tudo passou
E se o ciúme cá esteve / E se o ciúme cá esteve
Veio sim, mas não ficou