- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado - J.Tenreiro

Maria José Rijo / Pedro Rodrigues
Repertório de João Tenreiro

Não sei se sorte é destino
Nem sei se destino é fado
Sei que cruzei teu caminho
E, agora vivo a teu lado

Se a vida nos der por dita / Que só nos separa a morte
Então, amor, acredita / Que destino é também sorte

Que sorte boa ou ruim / É destino, sina e fado
E ser feliz para mim / É ter-te sempre a meu lado

E ninguém jure nem diga / Que tem seu destino em mão
Pois ninguém há que consiga / Dar ordens ao coração

Nenhuma amarra lhe serve / Nem obedece à razão
Até dum rei faz um servo / Quando pulsa por paixão

Não sei se sorte é destino / Nem sei se destino é fado
Sei que cruzei teu caminho / E sou feliz a teu lado