As 5.205 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores !!!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
<> POR FAVOR, alerte-me para qualquer erro que encontre <>
<> Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Por motivos alheios à minha vontade, o motor de busca nem sempre responde satisfatóriamente *

* A seleção alfabética é da responsabilidade da blogspot !!!
* Caso necessite de ajuda envie a sua mensagem para: fadopoesia@gmail.com *
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Três flagelos

Francisco Santos / Miguel Ramos *fado alberto*
*Extraído do site: Lisboa no Guiness*

Há três coisas no mundo, que deviam

Sofrer da abolição a lei formal
São três coisas terríveis que só criam
Desordens, incoerências, todo o mal

A primeira é a inveja deprimente
Tão negra como as asas dum morcego
Se a inveja cegasse, estou bem crente
Talvez que todo o mundo fosse cego

Depois é a ambição que em toda a terra
Pretende dominar, vencer, impor
As ambições apenas geram guerra
E as guerras só nos trazem luto e dôr

A terceira é a má língua que esfarrapa
A honra, a compostura, a dignidade
Á má língua terrível ninguém escapa
E tudo o que é de mau na humanidade

Se acabassem no mundo uns tais flagelos
P'la ordem p'la moral, p'lo bem preciso
A vida sem rancor, sem atropelos
Seria um céu aberto, um paraíso