- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado côr do sentimento

Letra e música de: Fernando Girão
Repertório de Joana Amendoeira

O fado não se ensina, não se aprende
É uma espécie de duende
Que domina a nossa alma / Que invade a nossa calma
E que mesmo esquecido
Vive num canto escondido / Á espera da sua hora

O fado é a côr do sentimento
Pode ser dôr e lamento
Mas também é alegria / É paixão e fantasia
É aquilo que nós somos
Nossas vidas, nossos sonhos / O que eu fui, o que fizermos

Quem vê o fado como coisa do passado
Não entende que esse fado é o agora do futuro
E até o traz na alma quem não quer
Não se manda no querer, nem se é dono da paixão