As 5.180 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores !!!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
<> POR FAVOR, alerte-me para qualquer erro que encontre <>
<> Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Por motivos alheios à minha vontade, o motor de busca nem sempre responde satisfatóriamente *

* A seleção alfabética é da responsabilidade da blogspot !!!
* Caso necessite de ajuda envie a sua mensagem para: fadopoesia@gmail.com *
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Vai ver se chove

Nuno Gomes dos Santos / Jorge Fernando
Repertório de Luisa Basto

Vejam lá
Que um dia alguém me disse, vem daí
Fazendo trafulhice sem saber
Da minha malandrice e vai-se a ver
Eu conto como foi

Esse alguém
Armado em cavalheiro e gentilman
Julgando que o dinheiro era a maçã
Que eu ia mordiscar, bem se enganou
Eu conto como foi

Ó meu, vai ver se chove que eu brinco
Bateste mal, que a porta não é esta
Eu posso ser fadista, mas não trinco
Maçã abichanada que não presta

Vai daí
O homem deu-lhe o treco, estão a ver
Armado em malandreco e a perder
Deu-lhe o treco lareco a bem dizer
Eu conto como foi

Ouve lá
Quem julgas tu que eu sou, ó monsieur
Lá por ser eu fadista, não és tu
Que vais levar-me aonde eu não quiser
Eu conto como foi