- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Drama de uma velhinha

Carlos Conde / João Maria dos Anjos
Repertório de Argentina Santos

Senhor Juíz... o meu filho
Não me bateu nem roubou
Com alguém já disse aqui;
Tropecei num impecilho
E ele até me levantou
No momento em que caí

Não tem profissão marcada
Mas na sua triste rota / Mal ou bem lá se governa
E nunca me exigiu nada
Para perder na batota / Ou p’ra gastar na taberna

É mentira o que se diz!
Este arranhão sem valor / A marcar o meu desgosto
Não chega a ser cicatriz
É uma ruga maior / Entre as rugas do meu rosto

Senhor juíz... eu sou mãe
E juro que o meu menino / Não me roubou nem bateu
O cadastro que ele tem
Traduz o negro destino / Da sorte que deus lhe deu

Neste conto se adivinha
Mercê de frases tão frias / O destino dum ladrão
E o drama de uma velhinha
Que passa todos os dias / A caminho da prisão