- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.530 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Sonhos meus

Teresinha Landeiro / Carlos da Maia *6as*
Repertório de Teresinha Landeiro

Saudosos são os meus sonhos
Lembro os tristes e os risonhos
Já não sonho cor do mar
Num enleio de tormentos
Um navio de desalentos
Naufragou no meu cantar

Vi teu jeito de partida
E no mar li tua ida
Meu sorriso então esqueci
A névoa desvaneceu
O meu sonho entristeceu
Saudades de te ver senti

Se sonhar já não tem cor
Vou pedir-te, meu amor
Que voltes na calmaria
Quando o barco atracar
E o tormento se afundar
Sonharei até ser dia