As 5.180 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores !!!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
<> POR FAVOR, alerte-me para qualquer erro que encontre <>
<> Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Por motivos alheios à minha vontade, o motor de busca nem sempre responde satisfatóriamente *

* A seleção alfabética é da responsabilidade da blogspot !!!
* Caso necessite de ajuda envie a sua mensagem para: fadopoesia@gmail.com *
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Teu nome, Lisboa

Manuela de Freitas / José Mário Branco
Repertório de Camané

Já te chamaram raínha / Cidade-mãe da tristeza
Já te chamaram velhinha / Menina e moça, princesa

Já rimaram o teu cais / Com gaivotas e marés
Querem saber onde vais / Não querem saber quem és

Vão chorando as tuas mágoas / Sem matarem tua fome
Chamam Tejo ás tuas águas / P'ra não dizer o teu nome

Ai Lisboa se soubesses
Encontrar quem te encontrasse
Talvez um dia tivesses um nome que te agradasse
Ai Lisboa se evitasses
Que te chamassem á toa
Talvez um dia encontrasses quem te chamasse Lisboa

Já te chamaram vadia / Noite-mulher de má fama
Já te chamaram Maria / Teu nome ninguém te chama

Disfarçaram-te as raízes / Com roupagens de outra gente
Vão ouvindo o que tu dizes / P'ra esquecerem o que sentes

Engrandecem-te o passado / Fazem trovas ao teu povo
Vão repetindo o teu fado / Mas não te inventam de novo