- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - - - -
As 5.440 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os
- - - - -
Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE *filósofo*
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Mulheres há muitas

Matos Sequeira / António Lopes
Repertório de Francisco Martinho

Mulheres tens as que tu quiseres
Mulheres que são a nossa perdição
Que nos arrastam loucas nos prazeres
Mulheres que não têm coração
Porque lhe queres?

Foge do vício e deixa essa mulher
Escuta o que eu te digo
Mulheres que não valem sequer um sacrifício
Não são mulheres, amigo

Mulheres dessas, por elas quem se prende
É cigarro que se fuma e outro que se acende
Onda que nasce e se desfaz em espuma
Pensa
bem: mulheres há muitas
Mãe?... mãe há só uma


Mãezinha que só nos acarinha
Que não nos deixa, é uma medalhinha
Que a gente traz ao peito com emoção
Presa a um vibrado que se fecha no coração

Há lá mulher que valha a nossa mãe
Por nós enternecida
Mulher que por mal a todos quer, não quer ninguém
Não tem um amor na vida