- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Portugal pequenino

Letra e música de: João Vasconcelos e Sá
Repertório de António Pinto Basto

Caminhando pela estrada de longada
Recolhendo aos seus casais
Vi um rancho de ceifeiras mais ligeiras
Do que um bando de pardais

A suave melodia que se ouvia
Recordava uma oração
E eram frescas, eram belas todas elas
E era linda essa canção

São coisas pequeninas, delicadas
Que o nosso olhar descobre muita vez
Singelas impressões, pequenos nadas
Que nos sabem falar em português

Coisas tão fáceis de contar
Tão simples todas elas, afinal
E é onde eu sinto a palpitar, a palpitar
O coração de Portugal

Também vi dois namorados enlevados
Numa fonte a conversasr
Tudo em volta eram roseiras, trepadeiras
Com rosinhas de tocar

E, abraçados e sózinhos, dois velhinhos
Vendo os moços mais de além
Talvez lembrando os instantes já distantes
Que ali passaram também