- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Pinhais da tarde

António Calém / Francisco Viana *fado vianinha*
Repertório de Miguel Sanches

Nascem pinheiros no ar
Nascem ramos dos teus dedos
Nasce a voz pra te cantar
Mas nascem em mim segredos

Morrem na bruma da tarde / Os pinhais que já vivemos
Até a luz era verde / Na tarde em que nos perdemos

Pinhais perdidos, pinhais / Mas dentre vós, quem diria
Que fosseis como punhais / A matar-me dia a dia?

Era verde a luz da tarde / Sombra, o teu corpo estendido
Era dia o meu desejo / E noite o tempo vivido