<> Canal de Rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça a Rádio Bocas do Fado

<> <> <>
Este espaço foi criado <> Com grande dedicação <> Por alguém que faz do fado <> A sua religião.

<> <> <>
As 5.845 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Amigos, só amigos

Nóbrega e Sousa / Jerónimo Bragança
Repertório de Fernanda Maria

Amigos, só amigos, nada mais
Que triste foi o fim do nosso amor
Nenhum de nós podia ter previsto
Que o passado foi só isto

E o futuro vai ser isto

De ti, nem sei como tu vais
E de mim talvez nem te recordes
É assim a vida, chegada e partida
A vida da gente não passa de coisas perdidas no cais

Perdi o teu amor e amo
Tenho beijos mas não beijo
Até sem falar te chamo
Hora a hora te desejo;
Não voltes, não voltes, não voltes
Não quero que rias do meu amor

Amigos, só amigos, nada mais
Foi isto que disseste, bem ouvi
Depois bateste a porta e sem demora
Sem saudades foste embora
Sem passado atrás de ti