- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.530 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

As sílabas do fado

Manuel Alegre / João Braga
Repertório de João Braga

Nem becos nem tabuinhas nem vielas
O fado é estrada larga e mar azul
Nas sílabas do fado brilham estrelas
Suas velas apontam para o sul.

Saudade de partida e de viagem
Não o ficar voltado para dentro
O fado é outra vida e outra margem
Nas sílabas do fado bate o vento.

O fado é mais que fato de alamares
É mais do que a Severa e a mantilha
Nas sílabas do fado há sete mares
O fado só é fado de ilha em ilha.

Do fundo da tristeza nasce o dia
Em cada fado há sempre um outro lado
O fado é outra forma de alegria
O que é preciso é dar a volta ao fado.