- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.520 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Nome de vida

Victor Manuel Francisco / João Maria dos Anjos
Repertório de Ana Marina

Deste-me o nome de vida
E no velho cais da cidade
Disse-te adeus e parti
Na hora da despedida
A vida deu-me a saudade
E o cais encheu-se de ti

Nome de vida imperfeita
De percorrer as vielas / De velhos bairros á toa
Nome de vida desfeita
De ilusões puras, belas / Triste destino, Lisboa

Mas porque a vida é castigo
Deixei a mágoa do cais / Do nome que inventaste
E do passado contigo
Levei da vida os sinais / No fado que me ensinaste

Por isso agora, Lisboa
A sombra do meu passado / Tem esta forma bizarra
A forma duma canoa
Que ao Tejo chora teu fado / Nas cordas duma guitarra