- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Coração embriagado

Valente Rocha / João Alberto
Repertório de Artur Batalha

Entrei num bar com desejos de beber
Somente para esquecer
O que não quero lembrar;
Bebo por perder a esperança

Da sorte que o mundo me nega
Com a sede da vingança
Só a bebida me sossega

Um homem embriagado
É aos olhos de quem passa
Um corpo abandonado
Vivendo a sua desgraça;
Mas essa alma vencida
Entregue ao vicio à loucura
Encontra num bebida
Tudo aquilo que procura

Eu procurei ser feliz, não consegui
Tudo o que tinha perdi
Do que foi meu já não sei;
Ao lembrar o que já tive

Desde que me fui esquecendo
A gente pensa que vive
E afinal vai morrendo