- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.535 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

O meu fado *Camané*

Manuela de Freitas / Paulo de Carvalho
Repertório de Camané

Fado tão longe e tão perto
Fado tão meu, tão alheio
Momento nítido, incerto
Com esta voz pelo meio

Noites passadas em branco / Em cada fado que eu cante
Há uma vida que arranco / À morte de cada instante

Grito no peito rasgado / E na garganta contido
Que faz de um pequeno fado / Um grande instante vivido

O fado que vou vivendo / No canto e no gesto mudo
É tudo o que eu não entendo / Que me faz entender tudo