- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.520 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Quando vieres logo à noite

Vasco de Lima Couto / Joaquim Campos *fado alexandrino estilizado por Rodrigo*
Repertório de Rodrigo

Quando vieres logo à noite, rosto aberto e desejado
Embora não vendas tudo ao coração sem mercado
Adianta-me o silêncio que faz brisa ao pé do mar
Para eu estar prevenido quando o silêncio chegar

Depois, na feira dos olhos que tanta poeira fazem
Como quem vende bondade às sombras da vadiagem
Adianta-me a tristeza sob as tranças do luar
Para eu estar prevenido quando a tristeza chegar

E se puseres tuas mãos nesta varanda inquieta
De tanto ouvir a distãncia das palavras do poeta
Adianta-me a saudade do teu corpo sem lugar
Para eu estar prevenido quando a saudade chegar