- - - - - - - - - -

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira
° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que não constam do índice. Caso encontre alguma avise-me, por favor.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.270 LETRAS PUBLICADAS /*/ 2.078.500 VISITAS /*/ MARÇO 2021

ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO.

Pois mesmo desagradando // A "Troianos" maldizentes / Os "Gregos" vão apoiando // E vão ficando contentes

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se não encontra a fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

fadopoesia@gmail.com

- - - - - - - - - - - - - - - -

Pesquisa.

Em cinco minutos

José Fernandes Castro / Frederico de Brito
Repertório de Zé Carvalho

Há cinco minutos 
Que saiu daqui para o hospital
Os olhos pisados, os lábios inchados
Mas não fiz por mal
Há cinco minutos 
Perdeu-me o respeito e armou-se em esperta
Lá foi de ambulância
Cheia de importância, com a tola aberta

Tu agora já sabes como o tempo passa
Nem o rolo da massa te valeu de nada
Mas quando voltares, se por cá ficares 
Juízo na tola
Ou baixas a bola, ou cai mais porrada


Há cinco minutos
Diz ela p'ra mim toda refilona
Vai chegar o dia que eu ganhe energia 
P'ra te abrir a mona
Em cinco minutos!... 
Por isso levou um trunfo na fila
E apertei-lhe os queixos

P'ra ela entrar nos eixos e não ser reguila

Tu agora já sabes como elas te mordem
Nem teus pais te acodem quando há bordoada
Mas quando voltares, se por cá ficares

Juízo na tola
Ou baixas a bola, ou vestes outra farda