- - - - - - - - - -

- - - - - - - - - -
- - - - - - - - - -

° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.175 LETRAS PUBLICADAS // 1.930.000 VISITAS // OUTUBRO 2020

Atingido este valor // Que me faz sentir honrado // Continuo, com amor // A ser servidor do fado.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se não encontra o Fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

Alguém mandou-me violetas

Fernanda de Castro / Elvira de Freitas
Repertório de Ada de Castro

A minha rua á noitinha
É mais triste que a tristeza
E mais só que a solidão
Ai que incerteza esta minha
Não sei, não tenho a certeza
Se gostas de mim ou não

Violetas, violetas... alguém mandou-me violetas
E as longas horas de outono
De roxas, ficaram pretas
Violetas, violetas... gotas de tédio e abandono
De tristeza sem remédio
E nem sequer tenho sono

Na minha rua sombria
Mora gente, passa gente
Mas ninguém fala a ninguém
Ai esta chuva tão fria
Tão fria que lentamente
Me vai gelando também