- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Longe de ti

Manuel de Almeida / Martinho d’Assunção
Repertório de Manuel de Almeida

Longe de ti, meu amor / Não sou feliz um segundo
Nem p’ra mim o mundo é mundo / Nem a vida tem valor

Nem das fontes suas águas / São mais claras e puras
As noites são mais escuras / E maiores as minhas mágoas

Perto de ti

Tudo seria risonho
O mundo seria um sonho
E maior a felicidade
Perto de ti
Tudo seria diferente
Quem vive de amor ausente
Vai morrendo de saudade

Longe de ti, francamente / As rosas são menos belas
Fogem do céu as estrelas / O mar é mais inclemente

Tem mais peso a minha cruz  / Os ventos não são serenos
Até o sol brilha menos / E a lua tem menos luz