- - - - - - - - - -

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira
° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que não constam do índice. Caso encontre alguma avise-me, por favor.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.270 LETRAS PUBLICADAS /*/ 2.078.500 VISITAS /*/ MARÇO 2021

ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO.

Pois mesmo desagradando // A "Troianos" maldizentes / Os "Gregos" vão apoiando // E vão ficando contentes

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se não encontra a fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

fadopoesia@gmail.com

- - - - - - - - - - - - - - - -

Pesquisa.

Amor campestre

Henrique Rego / Popular *fado mouraria*
Mariana Silva e Alfredo Marceneiro

Ela
São duas amoras pretas / Teus olhos enfeitiçados
Ai quem me dera colhê-los / P’ra acabarem meus cuidados

Ele  
P’ra acabarem meus cuidados / P’ra acabar minha paixão
Dou-te os meus olhos e tu / Dá-me em troca o coração

Ela
Dá-me em troca o coração / Quando o sol bater na eira
Terra que o sol não aqueça / Não dá boa sementeira

Ele
Não dá boa sementeira / Nem dão frutos os pomares
Não há sol que abrase mais / Do que o sol de dois olhares

Ela
Do que o sol de dois olhares / P’ra alumiar os amantes
Quando cantam rouxinóis / Pelas quebradas distantes

Ele
Ontem à tarde na fonte / Meu amor foi desprezado
Ou falavas com as águas / Ou tens outro conversado

Ela   
Ou tens outro conversado / Não me digas tal loucura
Ele  
Tua boca é um pão alvo / Que a minha boca procura