- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.535 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Não darei o teu nome

Sophia de Mello Breyner / Nuno Nazareth Fernandes
Repertório de João Braga 

Não darei o teu nome à minha sede
De possuir os céus azuis sem fim
Nem à vertigem súbita em que morro
Quando o vento da noite me atravessa

Não darei o teu nome à limpidez
De certas horas puras que perdi
Nem às imagens de oiro que imagino
Nem a nenhuma coisa que sonhei

Pois tudo isso é só a minha vida
Exaltação da terra, flor da terra
Fruto pesado, leite e sabor

Mesmo no azul extremo da distância
Lá onde as cores todas se dissolvem
O que me chama é só a minha vida