-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores dos temas aqui apresentados.
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* 7.355' LETRAS <> 3.257.500 VISITAS * MAIO 2024 *

. . .

A voz do mar

Letra de Frederico de Brito
Desconheço se esta letra foi gravada.
Publico-a na esperança de obter informação credível

Letra transcrita do livro editado pela Academia da Guitarra e do Fado

Um dia fui-me sentar
À beira do mar salgado
Nisto, ouvi a voz do mar
Com a terra conversar
Sobre as coisas do passado

Que é das tuas caravelas 
Que há muito não tenho visto?
Como ‘inda me lembro delas 
Traziam sempre nas velas 
A bendita Cruz de Cristo

Parece que ainda as vejo 
Tão soberbas, tão galhardas
Saindo a barra do Tejo
Impondo um simples desejo
Pelas bocas das bombardas

Como elas iam então 
Todas nimbadas de luz
Desde o Brasil a Ceilão 
Da Terra-Nova ao Japão
E de Macau a Ormuz

Nisto o mar olhou a terra 
Estremeceu de surpresa
Altivo, como uma serra 
Passava um barco de guerra
Da Marinha Portuguesa