- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - - - -
As 5.440 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os
- - - - -
Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE *filósofo*
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Rapariga portuguesa

José Luís Gordo / António Casquilho
Repertório de Maria da Fé

Rapariga portuguesa
Há-de chegar o teu dia
De mostrares tua beleza
De viveres com alegria

Nesse teu rosto trigueiro / Tens dois olhos que são mar
Dás ao amor, corpo inteiro / Na virgindade do olhar

Lá vem ela, é portuguesa / Traz rios no seu andar
Porque a mãe é, concerteza / A mulher que sabe amar

Traz um vestido de chita / Que cheira a terra lavada
A mãe chamou-lhe Maria / Maria, só, e mais nada

Colhes no campo a giesta / Como tu livre, sadia
E á tarde dormes a sesta / No alpendre do teu dia