- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Olá Lisboa

José Guimarães / José Cid
Repertório de Rosita

Lisboa, vou levar-te uma mensagem
Vou dar-te o coração em meu cantar
Do Porto levarei, como bagagem
O melhor que tiver para te dar

Lisboa, és como és e eu não invejo
O teu ar senhoril de estilo mouro
Não vão mudar-se os Rabelos p'ro Tejo
Nem vão andar Canoas no Douro

Olá Lisboa

Vou ao Cacau da Ribeira, vou levar-te o meu bom dia
Olá Lisboa
Um fado da Sé tripeira vou cantar á Mouraria

Olá Lisboa
E ao passar pelo Terreiro da Paço, vou levar-te aquele abraço

Olá Lisboa
E se o Tejo não fosse tão ciúmento, falava de casamento

Olá Lisboa
Olá Lisboa, vou levar-te o meu bom dia, o Porto na Mouraria

Olá Lisboa

Lisboa, tu és Gama e és Pessoa
Tu és um cacilheiro e caravela
És marcha popular, fado que entoa
És guitarra a chorar, numa viela

Nás vamos dar as mãos, cidade amiga
E seguir lado a lado a todo o instante
Vai dar-te o coração numa cantiga
Este Porto que é berço do Infante