- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Fado da idanha

Ricardo Borges de Sousa
Repertório de Maria Teresa de Noronha

Quem me dera que voltasse

O doce tempo de além
Sentada junto à lareira
A ouvir cantar minha mãe

Ó tempo, tempo ditoso / Da vida eterno sorriso
Que ternas em paraíso / Um mundo tão enganoso;
Quando à minha mãe, choroso / Após um beijo na face
Lhe pedia que cantasse / Uma trova de bonança
Esse tempo de criança
Quem me dera que voltasse

Tempos que não voltam mais / Da nossa infância ridente
Em que eu vivia contente / Correndo atrás dos pardais;
Das paredes dos casais / Que a nossa aldeia contém
Branquinhas como a cecém / Mudas como a gratidão
E recordam com paixão
O doce tempo de além