- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.500 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Quando alguém vive longe de quem ama

Maria Manuel Cid / Pedro Pinhal
Repertório de Célia Leiria

Quando alguém vive longe de quem ama
E sente a alma triste e dolorida
Há sempre uma saudade que nos chama
Para nos ir matando e dando vida

Quando a gente se esquece de lembrar
Aquilo que se lembra de esquecer
Há sempre uma saudade p’ra matar
E logo uma outra saudade p’ra viver

É que a saudade vem devagarinho
Matar uma outra saudade mais antiga
É quando se descobre outro caminho
É quando o sofrimento à dor obriga

E nesse passo incerto e dolorido
Saudade... as saudades apagando
O tempo torna o tempo mais comprido
E a gente vai saudades desejando