- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.650 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Palavras de vento

Tiago Torres da Silva / Alzira Espindola
Repertório de Maria João Quadros


O vento que vem do mar
Traz abandono nos lábios
Talvez por vir devagar
Testemunha de naufrágios

Ele contou-me um segredo / Talvez um dia o cante
Agora não, tenho medo / Que uma onda se levante

Aquilo que o vento diz / Só poucos podem escutar
Que ele é vento por um triz / Quando sopra devagar

O vento canta baixinho / Nos anéis dos meus cabelos
Porque vem devagarinho / Testemunha de degelos

E mesmo quando ele pára / Como se não existisse
Eu sinto na minha cara / Tudo aquilo que ele disse

Não esqueças o meu lamento / Não me dispas a nudez
Eu não deixo de ser vento / Só porque tu não me vês